O TABULEIRO DO JOGO DO PODER.

em 11 de fevereiro de 2019

Sem duvida alguma o senador alagoano Renan Calheiros é uma liderança forte que divide muitas opiniões.

 

 

Mesmo sendo alvo da operação lava jato Renan Calheiros conquistou importantes vitórias no seu estado Alagoas se elegendo novamente senador e reelegendo seu filho governador do estado mostrando uma força política tão grande que fez seu grande rival o ex-presidente atual senador Fernando Collor desistir da candidatura ao governo estadual no meio da campanha eleitoral para a surpresa de todos.

 

No senado ele mostrou mais uma vez sua capacidade de articulação e mesmo com todo o gigantesco barulho feito por sua colega de legenda Simone Tebet o alagoano venceu a batalha interna na legenda e  disputou a presidência do sendo federal onde durante toda a campanha mostrou em diversos gestos que estaria disposto a abraçar toda a agenda econômica bolsonarista, com essa guinada Calheiros provocou um verdadeiro racha dentro do bolsonarismo onde tinha como grande aliado o economista e ministro da Fazenda Paulo Guedes que sabe muito bem que o alagoano é uma peça fundamental para aprovação de projetos extremamente complexos como por exemplo a polêmica reforma da previdência que é a grande prioridade do governo neste primeiro semestre, mas mesmo com todo esse gigantesco esforço feito por Renan para se mostrar um aliado importante do governo para a aprovação destas medidas o bloco político venceu a batalha interna contra o bloco econômico e acabou catapultando o jovem Davi Alcolumbre para o comando do senado federal. 

 

Durante a vergonhosa sessão que elegeu o democrata e governista Davi Alcolumbre Renan foi extremamente estratégico e lutou para que o regimento interno do parlamente fosse respeitado, mas quando percebeu que seria derrotado optou por se retirar preservando seu grande currículo eleitoral e nos bastidores fazer um grande leilão pelo seu apoio que é tão importante, pois a vitória de seu grande rival por apenas um voto mostra muito bem o quanto o senado brasileiro está extremamente dividido.

 

Vamos ver como vão se desenrolar as negociações  

 

 

 

 

 

 

 

 

PARCEIROS