UM EXEMPLO PARA TODOS

em 29 de novembro de 2017

A corajosa e brilhante repórter Gabriela Moreira que tem como marca em sua espetacular carreira matérias extremamente interessantes que não visam apenas entreter simplesmente, mas também aguçar o espirito critico daqueles que acompanham seu trabalho diferenciado.

Nestor Henri diretor jurídico do Grêmio tentou bancar o valentão quando a jornalista trouxe aos olhos do público o vergonhoso, covarde, sujo e sorrateiro do Grêmio que hoje comemora o fato de ser finalista da copa libertadores que espionou diversos rivais durante toda a temporada.


O doutor gaúcho mostrou durante o programa bate-bola onde teve a honrosa oportunidade de pedir desculpas a todas as torcidas em nome do clube preferiu ostentar um traço podre de sua personalidade machista e preconceituosa acusando a jornalista e a ESPN de perseguir o Grêmio classificando uma histórica matéria investigativa que reúne diversas provas extremamente contundentes deste vergonhoso ato de espionagem que foi investigado por 5 longos meses como uma mera fofoca.


Diante de uma postura como essa uma pergunta é fundamental.


Será que se o repórter fosse um homem o todo poderoso doutor gaúcho teria a mesma atitude? 

 


PARCEIROS